• Carolina Aita Flores

O que levar na mala da maternidade do bebê?

Atualizado: 23 de Mai de 2019


Dando início à série do mês de Maio, em homenagem às mães, quero auxiliar todas as futuras mamães a planejar o que precisam para a chegada do bebê. Então vamos começar abordando uma das dúvidas mais comuns das gestantes: o que levar na mala da maternidade do bebê?


São tantas coisas para pensar: a organização do quartinho, lavar as roupinhas, organizar o enxoval, arrumar a casa, deixar tudo em ordem antes que o bebê chegue. Para que você tenha uma preocupação a menos, segue a lista do básico para a preparação da mala da maternidade do bebê:


· 6 pares de mijão (body + calça ou blusa + calça) do tamanho previsto para o bebê (geralmente RN ou P);

· 6 macacões/tip tops tamanho RN (aquelas roupinhas que vão dos pés à cabeça, que você colocará por cima do mijão) do tamanho previsto para o bebê (geralmente RN ou P);

· 6 pares de meias;

· 1 casaquinho com botão (se estiver frio);

· 5 fraldas de tecido (são um quebra-galho para várias situações, inclusive para colocar sobre as roupas das visitas na hora de pegar o bebê – são uma dupla proteção, para a pessoa e para o bebê);

· 5 panos de boca;

· 1 manta quentinha;

· 2 cueiros (são parecidos com a manta, mas mais finos e são ótimos para embrulhar o bebê em um charutinho, que ajuda a acalmá-lo);

· 1 pacote de fraldas do tamanho previsto para o bebê (20 unidades);

· 1 pomada para assaduras;


Existem outros itens que podem ser levados, mas não são essenciais:

· Luvinha para bebê (se estiver frio e para que o bebê não se arranhe);

· Touca (o bebê perde calor pela cabeça);

· Enfeite de porta;

· Lembrancinhas;

· Roupa para a saída da maternidade.


Na maternidade, outra pessoa se encarregará de vestir o bebê quando ele nascer. Por esse motivo, uma dica legal é separar o que você quer que o bebê vista em cada dia em kits compostos por: um par de mijão (calça e parte superior); um macacão; 1 par de meias; touca e luva (opcionais). Vale avisar o seu acompanhante sobre qual look você deseja que o bebê vista quando nascer ou você pode identificar o kit com etiquetas para cada dia. O cálculo das roupinhas é feito estimando que você e o bebê terão alta 48 horas após o nascimento e, também, considerando que os bebês podem se sujar e usar mais de uma roupinha por dia.


A partir da 30ª semana você já pode começar a lavar as peças do enxoval do bebê. É bom higienizar sua máquina de lavar antes de começar esse processo. Para isso, limpe o filtro da máquina e o dispenser de sabão. Depois, faça a máquina funcionar no ciclo rápido apenas com alvejante dentro. Após a higienização da máquina você já pode começar a lavar as roupinhas do bebê. Para a lavagem, use apenas sabão de coco e vinagre branco (como substituto ao amaciante, que pode ser alergênico para alguns bebês). É importante passar as roupinhas, pois isso dá uma proteção extra para o bebê.


Até a 35ª semana é bom você estar com as malas para a maternidade prontas, para evitar sustos e correria inesperada. Lembrando que, se você estiver esperando gêmeos, deverá dobrar a quantidade de peças da malinha, para que cada bebê tenha os seus artigos de vestuário. No caso de gêmeos é importante deixar as malas prontas a partir da 30ª semana, pois esses bebezinhos gostam de aparecer um pouquinho antes da hora.


Não se preocupe se você se esquecer de algo. Sempre tem alguém disposto a ajudar e a dar uma corridinha até a farmácia ou sua casa para buscar algo que ficou para trás.


E aí, gostou das dicas para a mala do bebê? Então aguarde, porque nas próximas semanas vamos falar sobre o que levar na mala da mamãe, a organização do quartinho do bebê e a chegada em casa.


Segue uma foto da organização da malinha do Lucas, que eu preparei com 35 semanas:



Autora: Carolina Aita Flores, psicóloga perinatal

149 visualizações
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Google+ Social Icon

© CTC | 2019