• Carolina Aita Flores

Conheça algumas das técnicas da TCC



Esta semana falaremos um pouco sobre algumas das técnicas utilizadas na terapia cognitivo-comportamental. Como vimos na semana passada, quando falamos sobre o Modelo Cognitivo, a mudança no pensamento produz mudança no comportamento e vice-versa. Sendo assim, intervenções cognitivas visam alterações nos pensamentos, que afetem o comportamento, bem como técnicas comportamentais visam alterações no comportamento que levem a mudanças no pensamento do paciente.


Uma das técnicas cognitivas mais utilizadas durante a terapia consiste na identificação de pensamentos automáticos através de perguntas diretas, como “O que você estava pensando naquele momento?” ou “O que você acha que estava passando pela sua cabeça?”.


Outra técnica clássica da TCC envolve o questionamento socrático, que se trata de uma série de perguntas realizadas ao paciente com o objetivo de trazer informações à consciência e, até mesmo, identificar crenças centrais – aquelas noções mais arraigadas que temos sobre nós mesmos, os outros e o futuro.


O registro de pensamentos também é uma técnica bastante comum, especialmente no início da terapia, usada para entendermos um pouco sobre a forma do paciente de funcionar. Esse registro consiste de uma planilha de automonitoramento entregue ao paciente, onde este irá registrar situações de seu cotidiano, relacionando o momento vivenciado ao pensamento que passou por sua mente, as emoções experimentadas e o comportamento adotado.


O exame de evidências se trata de uma técnica importante para desmistificar pensamentos disfuncionais, através da identificação de evidências a favor e contra o pensamento e buscar interpretações alternativas, racionais e mais adequadas às situações.


O continuum cognitivo permite flexibilizar pensamentos dicotômicos ou do tipo “tudo ou nada”, “oito ou oitenta”. Através dessa técnica, o paciente analisa as situações dentro de um continuum de 0 a 100%, identificando nuances intermediárias com o intuito de auxiliá-lo a perceber que existem opções mais equilibradas que não haviam sido consideradas em função de seu pensamento extremista.


Já entre as técnicas comportamentais podemos citar a ativação comportamental, técnica bastante utilizada no tratamento da depressão com o intuito de romper padrões de isolamento e inatividade, mostrando que é possível fazer progressos e estimulando a esperança através da adoção de pequenos comportamentos que podem fazer a diferença na maneira como o paciente se sente.


A programação de atividades, similar à técnica anterior, permite ao paciente programar atividades prazerosas em sua rotina, passando a realizar atividades diárias que lhe tragam recompensas, aumentando sua sensação de autoeficácia e busca por outras atividades que lhe deem prazer.


Por fim, a resolução de problemas é uma técnica que visa tornar disponível uma variedade de respostas para lidar com uma situação problemática. A partir da identificação do problema são geradas algumas soluções possíveis, avaliadas as consequências de cada opção e escolhidas as opções a serem colocadas em prática pelo paciente, avaliando por fim os resultados obtidos.


Se você quiser conhecer mais sobre as técnicas da TCC, entre em contato conosco.


Autora: Carolina Aita Flores, psicóloga do CTC.

27 visualizações
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Google+ Social Icon

© CTC | 2019